Dorothea tem teses selecionadas para livro e site

Publicado em 20/04/2016 às 10h43

            Três teses formuladas por alunos do Centro Sinodal de Ensino Médio Dorothea Schäfke foram selecionadas para representar a escola e farão parte de um livro virtual que será lançado pela Rede Sinodal de Educação. Uma delas, dos estudantes Guilherme Kehl e Mirela Hunsche, também irá compor o site www.schools500reformation.net, que unirá teses formuladas por estudantes de educandários luteranos ao redor do mundo.

            O trabalho de criação das teses, conforme o professor e coordenador de Ciências Humanas, Ivan Terra, foi uma proposta lançada pelo site www.schools500reformation.net, com a finalidade de celebrar os 500 anos da Reforma Luterana, congregando ações das escolas da Rede Sinodal de Educação.

            A partir da proposta do site, as escolas da Rede Sinodal lançaram a campanha “Protesto para o futuro”. Durante a atividade, conta Ivan, os estudantes dos segundos anos do Ensino Médio, em duplas, tiveram que criar uma tese (aos moldes das teses luteranas) a respeito do que deveria ser feito para termos um mundo melhor. “Os segundos anos foram as turmas selecionadas por estarem estudando propostas utópicas nas aulas de Filosofia”, destaca.

      De acordo com Ivan Terra, o trabalho de criação das teses acabou revelando a preocupação dos estudantes com a situação em que a humanidade se encontra, assim como demonstra o valor que é atribuído por eles à educação como forma de modificar a sociedade. “Além disso, ficou evidente, com a realização do trabalho, que há uma grande preocupação com a desigualdade baseada em diferentes motivações”, ressalta.

  Confira as teses selecionadas:

* Arthur Gunschnig e Maria Luísa Silva dos Santos:

   "O mundo seria melhor se ao invés de projéteis para matar, utilizássemos giz para educar."

   The world would be better if instead of bullets to kill people we used chalk to educate.

* Ícaro Castello e Diogo Dapper:

   "O mundo seria melhor se todos tivessem acesso à educação e ao conhecimento. Assim as pessoas teriam uma chance mais ampla de descobrir, interessar-se e depois serem capazes de reverter o conhecimento em algo melhor para o mundo."

   The world would be better if everyone had acess to education and knowledge, so people would have a better chance to discover things, become interested, and then be able to turn knowledge into something better to the world.

* Guilherme Kehl e Mirela Hunsche:

   "O mundo seria melhor se houvesse igualdade entre todas as raças, etnias, religiões e sexualidade, pois assim não haveria preconceito e, consequentemente, não haveria violência."

   The world would be so much better if there was equality of  races, ethnicities, religion and sexuality, because in that way there wouldn't exist prejudice against others and, consequently, there wouldn't be violence.

 

 

Categoria: Ensino Médio

Enviar comentário

voltar para Notícias CSEMDS

show fwB center tsY fsN normalcase|left tsN fwR fsN|left show fwR|b01 bsd||image-wrap|news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR c10|b01 c05 bsd|login news c05 fwR|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase c05 bsd|content-inner||